Sou uma observadora nata das pessoas, dos lugares, das coisas do cotidiano... Sorrio, choro, me emociono, me deixo levar pelo mar de sentimentos que a vida tem a oferecer... Às vezes chata, às vezes insuportável, mas, às vezes, uma flor de pessoa, amável e delicada. Sou uma constante inconstante.. Sempre mais do mesmo, mas o mesmo diferente a cada dia... Quando tudo parece perdido, despedaço-me e renovo-me como a natureza para sentir-me novamente forte... Sou menina moleca, mãe dedicada, mulher serena, rebelde sem causa, despida de preconceitos e pré-noções... Sou um misto de várias coisas por aí que fazem de mim, simplesmente, Aline.

terça-feira, 21 de junho de 2011

Certas escolhas

Já pensaram em como escolhas erradas podem arruinar a vida de uma pessoa?
Lendo a biografia de um famoso escritor irlandês que alcançou fama e status em solos ingleses e teve a vida destruída ao assumir uma homossexualidade em um tempo regado à preconceitos de uma sociedade altamente moralista, fez-me pensar se vale a pena largar a segurança e a estabilidade em nome de desejos e sonhos. O então escritor, que já tinha família constituída, com esposa e filhos, fama e dinheiro, resolveu deixar tudo para trás por causa de uma paixão avassaladora que nasceu ao conhecer um belo jovem fidalgo de família renomada. Viveram momentos intensos e conturbados, um relacionamento quente e fervoroso, mas cheio de brigas e desentendimentos. Além disso, ainda tinha o agravante da família do rapaz não aceitar, fazendo com que o relacionamento fosse destruído, levando o escritor aos tribunais e consequentemente à prisão, tirando-lhe todos os seus bens e fazendo chacota com o seu nome. Ele, que um dia teve toda a glória aos seus pés, morreria na miséria, doente e praticamente sozinho... Apenas alguns poucos amigos o acompanharam até o fim, pois os seus filhos até mudaram de sobrenome por causa da vergonha que sentiam.
Será que alguma vez, durante toda essa dor e sofrimento, ele se arrependeu do passo que deu? Será que ele não se questionou o porquê de tudo aquilo ter acontecido com ele? De ter feito tudo o que fez? Será que ele não desejou que nada daquilo estivesse acontecendo? Que ele nunca tivesse cruzado na vida com aquele moço? Ou será que ele achou que mesmo assim valeu a pena? Que foi melhor ter tentado? Será que ele foi menos ou mais feliz?
Como vocês já sabem, eu sou muito pé no chão. Para mim as coisas tem que estar certinhas, no lugar, em segurança. Não gosto do improvável. O inusitado me assusta. Já dei alguns passos errados que mudaram completamente o rumo da minha vida. Se eu me arrependo desses passos? Sim, eu me arrependo. Muito. Acho que se eu tivesse pensado mais teria feito tudo diferente e agora, certamente, eu estaria melhor. Por isso que hoje cada passo que dou é muito bem pensado. Prefiro terra firme a nuvens.  É assim que hoje me sinto bem.
“Há duas tragédias na vida: uma a de não satisfazermos os nossos desejos, a outra a de os satisfazermos.”

E você, o que prefere?

22 comentários:

  1. Aline,
    Penso que se eu estivesse no lugar desse escritor,faria exatamente como ele!
    Não iria suportar uma vida com um peso na consciência do que poderia ter dado certo,o que poderia ter mudado para melhor ou não,a questão é quando damos o primeiro passo e descobrimos qual será o segundo,o terceiro,quarto e por aí vai,se ficarmos parados ou ir conforme a maré, nada vai mudar,desde que queiramos!
    Nosso primeiro passo poderá ter sido o começo do nosso erro,mas quem é que sabe se não é a trilha das realizações? sou das que dá a cara a tapa pra saber! rs
    Linda postagem,Flor.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Oi Querida!
    Que texto bacana. Eu também não sou muito de aventuras, não... Até já me aventurei, e me dei bem, mas como agora tenho um porto seguro, morro de medo de desestruturá-lo. Acho que quando mais jovem era bem mais ousada. Mas estou feliz assim. Muito feliz mesmo.

    Bjssss

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  4. Lindinha,passei para deixar um carinho.

    ResponderExcluir
  5. Concordo demais com você, acho que é algo que vem com a idade, maturidade, sei lá...rs A gente vai percebendo que é melhor planejar o caminho, e que isso não tira a espontaneidade da vida. Um beijo!

    ResponderExcluir
  6. Ola Aline

    Nossa exellente texto parabens !!!

    Olha que historia hein!!!Eu tambem como voce sou muito pe no chao ,agora ,pois ja fiz muita bobagem quando era mais jovem .Olha essa historia mefez lembrar certa vez ,que quando eua ainda estava no Brasil nos tempos de faculdade conheci um rapaz vietnamita ,que estava fazendo intercambio no Brasil ,e foi uma paixao avassaladora ,intesa e fervorosa !!!E quando ele estava para regressar queria que eu fosse junto com ele ,mas eu tive medo pois eu sempre fui muito obediente a minha famila e meus pais nao concordavam .E mesmo com o coraçao sangrando deixei ele partir sozinho .Algum tempo depois fiquei sabendo que ele era casado no vietna ,olha so a fria .
    Depois de algum tempo conssegui esquece-lo.

    Aline querida, obrigado por me honrar com a tag logo estarei respondendo o desafio no meu blog .Super obrigado fiquei muito feliz ,por voce ter se lembrado de mim.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi amiga. Encontrei teu blog e gostei muito dele, muito variado e repleto de bom astral. Morei em teu paraíso durante 5 anos e agora viajo de motor home pelo Brasil. Sempre que puder vou dar um pulinho até aqui para curtir esse teu cantinho maravilhoso. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  8. A vida realmente é feita de escolhas. E seria muito sem graça se soubéssemos o que iria acontecer em cada caminho que tomássemos. Acho bom quando a gente sonha e corre atrás dos sonhos. Sempre com os pés no chão e respeitando os outros. Obrigada pela sua visita lá no blog.
    Beijos e ótimo feriadão.

    ResponderExcluir
  9. Oi Aline, bom dia!

    Creio que nossas decisões devem ser pensadas e repensadas com muito critério.

    Eu, como todo mundo um dia,também resolvi mudar o rumo das coisas em alguns assuntos, e hoje com mais expriência e entendimento talvez não o fizesse. Mas se fiz, não devo arrepender-me porque naquele momento era o melhor que tinha a fazer.

    Portanto, pensar e refletir é algo indispensável.

    Bom texto, ótima idéia central e muito bem delineado.

    Beijos da Lu

    ResponderExcluir
  10. Aline,ótimo texto!
    Sabe o que é importante no final das contas para mim?As escolhas que fazemos e a família que temos...Se somos amados e se amamos conseguimos ser autênticos(como o ex. do escritor)e enfrentamos de cabeça erguida as consequencias de nossas escolhas,caso contrário, são apenas máscaras e,como há quem vive de máscaras nesse mundo!!!
    Abraço grande a até breve!!!

    ResponderExcluir
  11. Olá Aline! Agradeço sua visita ao meu blog Cognição! Obrigada pelo comentário e fico feliz que tenha gostado! Vim te visitar e tbm gostei muito do seu espaço, adorei a frase do layout! Tbm já sou sua seguidora!

    Tenha um ótimo dia, nos encontramos pelos comentários, hehehe! Bjus!

    ResponderExcluir
  12. Escolhas não sei feitas em impulso de um momento. Há que serem refletidas, pois assim, qualquer que seja o resultado, não nos arrependeremos de havê-la feito. E o mundo sempre nos apresenta caminhos diversificados. Não há outra opção senão escolhermos um deles.

    ResponderExcluir
  13. Querida Aline, eu sou eu mais a minha circunstância.
    Portanto, posso arrepender-me do meu passado, mas as decisões erradas que tomei, faziam todo o sentido nessas circunstâncias.
    Acho que o importante é aprender com os erros e, depois, viver o presente sem arrependimentos.
    Beijos,
    Nina

    ResponderExcluir
  14. Seu blog é muito interessante...
    Estou te seguindo.... Tenha um Lindo Dia!
    Siga meus Blogs: http://cartasdeumcoracao.blogspot.com/
    E http://deusemminhaalma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Eu acredito que para fazer uma boa escolha é necessário fazer uma boa reflexão, tentar pensar nos prós e contras. Porém, têm algumas decisões que precisam ser resolvidas imediatamente, sem ter um tempo para pensar, nessa hora (como também em um momento de reflexão) é necessário pedir ajuda para o nosso anjinho da guarda e, principalmente, para Deus. Adorei o seu texto. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  16. Oi, Aline
    Um texto pra gente refletir muito. Eu acho que prefiro experimentar. Em caso de erro, aprender com a experiência e crescer. Sem isso penso que a vida poderia ficar muito sem graça. Excelente escolha. Bjkas com carinho!

    ResponderExcluir
  17. Bom dia,Aline!!

    As escolhas e decisões são muito importantes e cada um sabe da sua...
    Prefiro aprender sempre, com todos os erros, os meus e os alheios, porque aprender observando é muito bom!Mas cada um aprende de um jeito...
    Beijos!Bom feriadão!

    ResponderExcluir
  18. Oi Aline, eu penso que se ele não tivesse tentado, talvez vivesse in feliz eternamente com a dúvida em sua mente, naqueles tempos era muito diferente, mas hoje em dia, mais fácil reorganizar o rumo de nossa vida, voltar e fazer outro caminho, eu tbm me arrependo de algumas decisões, mas diferente de você, por não tê-las tomado, e assim como vc, se tivessem sido tomadas, tudo estaria MUITO diferente...=) mas isso NUNCA vamos saber ao certo, são só suposições não é mesmo?
    Bjs e bom feriado.

    ResponderExcluir
  19. Excelente texto Aline!!!

    Acho que o arrependimento só aparece quando o final da história não nos agrada ou beneficia. E isso não é justo.
    Se tomamos uma decisão, temos que arcar com os finais infelizes também, ainda mais quando pisamos num terreno completamente desconhecido e cheio de preconceitos.
    Acho que ele está certo em ser leal aos seus próprios sentimentos e assumir seu romance (mesmo chocando a todos).
    Muitas vezes nos preocupamos tanto com as pessoas e suas opiniões, que deixamos a nossa felicidade e os nossos reais desejos de lado. E o pior é que essas pessoas as quais nos preocupamos são as que menos nos apóiam quando precisamos. Então porque se preocupar tanto com elas??

    Sou a favor da felicidade, desde que vc não prejudique ninguém por maldade.

    SEJAMOS FELIZES!

    Beijos Aline

    ResponderExcluir
  20. Tem selinho pra vc no meu Blog (:

    Beijoos!!

    http://momentosdapathy.blogspot.com/2011/06/200-seguidores.html

    ResponderExcluir
  21. Oi minha flor ótimo feriado pra ti, tem selinho com carinho no meu blog, passa lá e pega o seu, na página de selinhos bjs.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...