Sou uma observadora nata das pessoas, dos lugares, das coisas do cotidiano... Sorrio, choro, me emociono, me deixo levar pelo mar de sentimentos que a vida tem a oferecer... Às vezes chata, às vezes insuportável, mas, às vezes, uma flor de pessoa, amável e delicada. Sou uma constante inconstante.. Sempre mais do mesmo, mas o mesmo diferente a cada dia... Quando tudo parece perdido, despedaço-me e renovo-me como a natureza para sentir-me novamente forte... Sou menina moleca, mãe dedicada, mulher serena, rebelde sem causa, despida de preconceitos e pré-noções... Sou um misto de várias coisas por aí que fazem de mim, simplesmente, Aline.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

De volta...

Foi um mês de férias maravilhoso, pena que passou tão rápido. Por que as coisas boas passam tão depressa? Queria estar agora ao lado do meu filhote, sentindo o cheirinho dele, abraçando forte aquela coisinha pequena. Em vez disso, estou aqui numa sala fria de escritório, contando as horas pra voar de volta para o ninho. Ser mãe dói. Dói se apegar tanto a um pequeno e ter que deixá-lo para trabalhar. Sei que não tenho muitas escolhas. Preciso sobreviver e preciso cuidar dele, e para isso é preciso dinheiro. Ontem vi uma frase no facebook que dizia assim: “O mundo tem 7 bilhões de habitantes... e eu só queria que cada um me desse 1 real.” Pronto! Todos os meus problemas estariam resolvidos. Nada de sair pra trabalhar, nada de ter que deixar o filhote com outras pessoas. Só amor, só carinho, só coisas boas. Até eu me acostumar de novo (e ele também) vai demorar um pouquinho. Espero sinceramente que ele esteja bem e que não esteja sentindo esse vazio no peito que tomou conta de mim.
Agora é hora de trabalhar.
É isso!
Aline Teodosio..

9 comentários:

  1. As férias acabam rápido.Também estou retomando...beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Oi Aline!
    Pois é, para isto existe aquela máxima, o que é bom duar pouco. Que bom que você vivenciou estes bons momentos, eles lhe darão energias até a próxima.rss
    Beijinhos e seja bem vinda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Valéria, concordo demais!
      Bjus, querida!

      Excluir
  3. Oi...para tu!!!!
    Vim aqui, só pra te dizer que estou te deixando um beijo neste último dia de julho!!!!
    Não é emocionante saber que nunca mais teremos o dia 31 de julho de 2012????????
    Até me dá uma coisa em meu coração...
    Mas o importante é que vivi momentos lindos contigo,teu blog e tuas postagens!
    Já imaginou que porcaria seria minha vidinha sem tu????
    Amanhã será um novo dia...
    Para,né???
    Eu sei que todo dia é um novo dia...só que não seria, se tu não tivesses eu...ksksksksksks...
    Ai,como eu te gosto!!!!! \o/

    ResponderExcluir
  4. Oi querida Aline, tudo bem? Eu adorei teu texto, parabéns. No meu caso, nem precisaria cada habitante do mundo dar um real, isso daria muito dinheiro e eu nem saberia o que fazer com ele, bastaria, cada brasileiro me dar um centavo, isso daria aproximadamente dois milhões e resolveria todos os meus problemas de ordem financeira, me deixando tempo livre para eu resolver os outros.
    achei muito interessante seu blog, estou te seguindo. Gostaria de convidá-la a visitar meu blog, onde posto minhas poesias, te aguardo. Abraços do amigo Bicho do Mato.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...