Sou uma observadora nata das pessoas, dos lugares, das coisas do cotidiano... Sorrio, choro, me emociono, me deixo levar pelo mar de sentimentos que a vida tem a oferecer... Às vezes chata, às vezes insuportável, mas, às vezes, uma flor de pessoa, amável e delicada. Sou uma constante inconstante.. Sempre mais do mesmo, mas o mesmo diferente a cada dia... Quando tudo parece perdido, despedaço-me e renovo-me como a natureza para sentir-me novamente forte... Sou menina moleca, mãe dedicada, mulher serena, rebelde sem causa, despida de preconceitos e pré-noções... Sou um misto de várias coisas por aí que fazem de mim, simplesmente, Aline.

domingo, 12 de maio de 2013

Vida nova!!!



Pois é...  E por causa do show do Paul acabei sendo demitida. Mas não pensem que me entristeci com esse fato. O show foi apenas a gota d’ água para algo que eu já esperava há tempos por causa de inúmeras insatisfações. E isso não é recente, já me queixei várias vezes como aqui, aqui e aqui. Não mais adiantava ficar em um lugar que não me motivava, onde não havia novos desafios e nem novos aprendizados. Era tudo mais do mesmo, sempre do mesmo jeito, sempre o mesmo trabalho maçante. Eu precisava de algo a mais, de novos rumos e ficar parada ali não me levaria a lugar algum. Chegou uma hora em que a tal “estabilidade”, conquistada ao longo de oito anos, não compensava mais.  Eu estava presa, me sentia infeliz, mas não tinha coragem de me arriscar. Até nisso o Paul me ajudou, quem diria!!! Agora tudo o que eu almejo são novos começos com novas histórias. Quero estudar e começar uma carreira, me dedicar à profissão que escolhi. Quero dar o meu melhor. Sei que o desafio e a luta vai ser grande, pois escolher ser professor nesse país não é nada fácil, os obstáculos são imensos, talvez os contras sejam maiores que os prós. No entanto, a nobreza de ser professor supera muitas coisas. É lógico que quero viver bem, todo mundo quer, mas não penso em fazer fortuna. Para mim, importa muito mais engrandecer a alma. Queria mesmo mudar a situação do meu país, mas tenho consciência que isso é praticamente impossível sozinha. Portanto, se eu conseguir mudar a vida de três ou quatro crianças já me sentirei bastante satisfeita. Vou correr atrás, nova vida aí vou eu. 
Aline Teodosio.. 

6 comentários:

  1. Mudanças são boas e necessárias de tempos em tempos. O problema é que a maioria das pessoas tem medo de arriscar. Espero que vc consiga encontrar seu caminho. Pelo menos metade do trabalho vc já fez :)

    Kisu!

    ResponderExcluir
  2. Verdade, Bah!!! Finalmente tomei coragem e dei o primeiro passo. Agora é correr atrás e ir à luta!!

    ResponderExcluir
  3. Boa sorte, Querida! Desejo-lhe toda sorte do mundo. Bjo no coração ;)

    ResponderExcluir
  4. Teve um momento da minha vida que me senti assim também num emprego que estava, e foi bom que eles me mandassem embora, porque a partir daquela demissão eu mudei toda a minha vida profissional. Corra atrás dos seus sonhos.

    Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso que estou fazendo, Dama. Conseguirei!
      Bjus

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...